Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Rio Douro

por John Soares, em 27.04.19

o d.jpg

 
Protagonista da região à qual dá denominação, o Douro é rico em beleza e história. Uma obra-prima da natureza, o motor impulsionador da economia nortenha e a figura principal da cultura duriense.

 Reconhecida mundialmente, a beleza do rio Douro e das suas margens é continuamente louvada por esse mundo fora. O conceituado “The Telegraph” considerou-o um dos rios mais bonitos do mundo, colocando-o no seu prestigiado Top 10, ladeado de célebres rios de países como Alemanha, China ou Índia.


 

O Rio Douro: o impulsionador do Vale do Douro

Nasce com o nome de Duero, em território espanhol, nas intensas montanhas da serra de Urbión, e é na costa portuguesa que encontra as águas salgadas do Oceano Atlântico. Correndo Espanha em direção ao mar, este rio percorre ainda as magníficas extensões rochosas na localidade de Miranda do Douro, estabelecendo a periferia do conhecido Douro Internacional. Em Portugal, entra a toda a velocidade por Barca d’Alva e percorre cerca de 213 quilómetros até encontrar a foz, junto às margens das cidades do Porto e Vila Nova de Gaia.


 

O seu leito é dinâmico, intercalando extensas larguras com sinuosas curvas, serpenteando margens ladeadas de socalcos abertos pela mão do Homem e de penhascos pontiagudos e vertiginosos. Acompanhar toda esta extensão do Rio Douro é testemunhar, assim, uma mudança harmoniosa da paisagem em redor, uma visão espantosa que se prolonga por horas de viagem.

Não fosse a sua beleza inigualável, é notável ainda o seu contributo histórico e cultural para a região que orgulhosamente banha. Antigamente, era considerado a principal artéria da região, servindo como canal primordial para o transporte de vinho e de pessoas, através dos típicos Barcos Rabelos. Este Rio Douro foi, assim, importante para o desenvolvimento de uma região vinhateira que é, hoje em dia, uma das mais famosas do mundo.

 
 

Alto Douro Vinhateiro

Classificado como Património da Humanidade, pela UNESCO na categoria paisagem cultural, parte de toda a região demarcada – cerca de vinte e quatro mil hectares.

O Alto Douro Vinhateiro é uma zona particularmente representativa da paisagem que caracteriza a vasta Região Demarcada do Douro, a mais antiga região vitícola regulamentada do mundo. A paisagem cultural do Alto Douro combina a natureza monumental do vale do rio Douro, feito de encostas íngremes e solos pobres e acidentados, com a ação ancestral e contínua do Homem, adaptando o espaço às necessidades agrícolas de tipo mediterrâneo que a região suporta. Esta relação íntima entre a atividade humana e a natureza permitiu criar um ecossistema de valor único, onde as características do terreno são aproveitadas de forma exemplar, com a modelação da paisagem em socalcos, preservando-a da erosão e permitindo o cultivo da vinha.
A região produz o famoso vinho do Porto, representando o principal vetor de dinamização da tecnologia, da cultura, das tradições e da economia local. O grande investimento humano nesta paisagem de singular beleza tornou possível a fixação das populações desde a longínqua ocupação romana, e dele resultou uma realidade viva e em evolução, ao mesmo tempo testemunho do passado e motor do futuro, solidamente ancorado na otimização dos recursos naturais e na preservação das ambiências. 


 

Mas ainda hoje o Rio Douro continua a ter uma função importante no meio duriense. Para além da fama que confere à região, os rios e ribeiros que fluem do Douro fornecem recursos hídricos para as regiões vizinhas, como o rio Côa que se estende pelo distrito da Guarda, o rio Corgo que desagua junto à cidade do Peso da Régua e, ainda, o rio Tua, passageiro na fascinante cidade de Mirandela. As povoações das regiões Douro, Alto Douro e Beira apoiam-se na riqueza natural que o grandioso rio lhes fornece, tendo impulsionado em grande escala o seu crescimento económico através de uma ativa produção vinícola e agrícola.

 
 

Rio Douro: as menções ao redor do mundo

Reconhecida mundialmente, a beleza do rio Douro e das suas margens é continuamente louvada por esse mundo fora. Em 2015, o conceituado “The Telegraph” já o considerava um dos rios mais bonitos do mundo, colocando-o no seu prestigiado Top 10, ladeado de célebres rios de países como Alemanha, China ou Índia.

O já famoso Rio Douro voltava às luzes da ribalta e a ser merecedor de toda a atenção mundial. Entretanto, muitas outras publicações se seguiram, nomeadamente o “Daily Mail” ou o “The Guardian”. E milhares de turistas elegeram o Douro como o destino de eleição.

O Rio Douro nunca esteve tão na moda como hoje em dia ....
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:09



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D